Dicas em Conta Gotas - por Renato Fazzolari    

"Dicas em Conta Gotas”, são matérias compactas que periodicamente a AGRHO divulga e que abordam temas variados e relevantes. O Objetivo é  despertar e/ou orientar nossos parceiros, sobre as armadilhas organizacionais e comportamentais do dia-a-dia. Para ler mais dicas, clique.

 TRABALHO: BENÇÃO OU CASTIGO?


Será que você entendeu o que o trabalho representa em sua vida, pessoal e profissional?

 

“Encontre um trabalho que você goste e nunca vai ter de trabalhar na vida.”

 

Quem falou isto não fui eu, foi Confúcio, um dos maiores sábios que já existiu em nosso planeta!

 

Você já percebeu que a palavra “Trabalho”, vem sempre carregada de uma imagem ruim, como se fosse um verdadeiro castigo?

 

Essa imagem já vem de longe, está até na Bíblia, onde diz que quando Adão e Eva, que viviam no Paraíso, em um tremendo “dolce far niente” ou seja, o “doce fazer nada”, quando desrespeitaram a Deus e comeram do “fruto proibido”. Deus ficou tão bravo que os expulsou do Paraíso, em outras palavras, mandou-os ganhar a vida através de seus próprios esforços, quer dizer, “vão trabalhar”.

 

Parece que daí em diante, o trabalho começou a ser associado a castigo, e castigo é ruim. Mas, será que trabalho realmente é ruim, é um castigo, ou será que são as pessoas que tem isso na cabeça?

 

Você alguma vez perdeu o emprego, ficou sem trabalho? Se você nunca passou por esta situação, é uma pena, pois deixou de ter uma experiência muito rica, deixou, por exemplo, de saber que o “dolce far niente” é muito bom quando se está cansado e se sai de férias. Porém quando se é forçado a não fazer nada, quando se está desempregado, o papo é outro. Pode até ser que no começo se sinta uma sensação de alívio, mas gradativamente a coisa vai mudando, os compromissos financeiros precisam ser cumpridos, ao chegar o fim do mês não tem salário, já se começa a cansar de descansar, o sentimento de impotência começa a tomar conta, e com este vem a sensação de inutilidade e fracasso, as pessoas mais próximas já lhe olham com certa desconfiança, aí você começa a se cobrar e entrar no negativismo, e no desespero.

 

Quem já viveu esta experiência irá concordar com o que estou dizendo, e quem ainda não teve esta experiência, fique preparado, pois o mecanismo é esse, e mais cedo ou mais tarde pode acontecer com você, mas não precisa ficar com medo, pois na vida tudo passa, e é bom estar preparado e agir com calma e inteligência, se acaso essa situação acontecer com você.

 

Eu disse acima que é uma pena quem ainda não passou por esta experiência, e você pode estar perguntando por que pena? E aí vou lhe dizer que é uma pena, pois quem não teve esta experiência, ainda não descobriu que o trabalho é uma benção, é uma das coisas mais maravilhosas que a vida nos presenteou.

 

Na prática, o que lhe faz infeliz com o trabalho, o que lhe deixa cansado, estressado, e com medo de perder o emprego, é a forma equivocada que sua cabeça pensa a respeito do mesmo.

 

Se você tirar seu sentimento de medo e negativismo, e encarar com coragem, otimismo e fé sua vida profissional, descobrirá coisas maravilhosas que só o trabalho poderá lhe proporcionar, tais como:  

Realização profissional e pessoal; Auto sustento – ganhos; Independência econômica; Oportunidade de relacionamento com pessoas interessantes; Aprendizagem de todo tipo; Treinamento e exercício da criatividade; Desenvolvimento da maturidade; Disciplina; Sociabilização; Aprender a obedecer e a liderar; Expandir a vida social; Adquirir novos amigos; Atualização e aprimoramento profissional; Aprender a enfrentar desafios e saber como suplantá-los; Respeitar, ser respeitado e se auto respeitar; Adquirir satisfação e prazer no que faz; Conhecer o comportamento humano, em situações distintas; Aprender a compartilhar; Aprender a dominar as emoções; Se estimular e vibrar com as conquistas; Ir em busca de ambições saudáveis; Se auto conhecer; Sentir o prazer da missão cumprida; Sentir-se útil para você mesmo, para os familiares, para a sociedade; Poder ajudar ao próximo com conhecimento e até com condições financeiras. 

 

E não para por aí, se você puxar pela memória vai encontrar muitas outras coisas. Dependendo de sua forma de encarar sua vida profissional, vai perceber que trabalhar não é sofrimento, trabalhar é diversão, é alegria; o trabalho é uma escola de viver, que ainda nos paga para aprender, é vida, é uma benção que recebemos.

 

Levando-se em consideração que ninguém gosta de uma pessoa amarga e negativista, e, se você perceber e entender o que acabamos de lhe passar, no mínimo duas coisas maravilhosas acontecerão em sua vida; a primeira, você passará a ser muito mais feliz profissionalmente e pessoalmente, e a segunda, a sua probabilidade de sucesso será muito maior, pois um profissional feliz tem muito mais possibilidades de crescer profissionalmente.

 

 

|
|
|
|
|
Rua Siqueira Campos, 17 - Conj.03 - Galeria Martinelli - Sousas - Campinas - SP
AGRHO - Todos os direitos reservados.
.