Dicas em Conta Gotas - por Renato Fazzolari    

"Dicas em Conta Gotas”, são matérias compactas que periodicamente a AGRHO divulga e que abordam temas variados e relevantes. O Objetivo é despertar e/ou orientar nossos parceiros, sobre as armadilhas organizacionais e comportamentais do dia-a-dia. Para ler mais dicas, clique.

CRISE NO SETOR – BOM SINAL

Entendendo o que representa a crise no setor sucroenergético.

No Jornal Cana de junho, na Carta ao Leitor que o Josias escreveu sob o título “Em casa que falta pão...” que por sinal é muito interessante, o que mais nos chamou a atenção foi o início do artigo em que ele diz –“ Mais da metade de minha vida foi passada neste setor e pode-se dizer que pelo menos em 15 destes 24 anos o setor esteve em crise”.

Pois bem, eu tenho mais de 30 anos dentro deste universo sucroalcooleiro, e posso assegurar que tivemos mais de 15 anos de crises (crises das mais diversas: globais, setoriais, climáticas, econômicas, políticas, dentre outras). É interessante notar que muitas vezes nas coisas que se escreve, existem sutilezas que na prática são bem mais importantes do que o pretenso conteúdo de um artigo, e mesmo quem os escreve, e ainda mais quem os lê, não percebe a riqueza que está embutida na informação que passou despercebida.

Estou citando isto, porque a coisa mais importante que tem acontecido em nosso segmento sucroalcooleiro, são exatamente as crises, parece ser vocação do setor viver em constantes crises, mas, se analisarmos com um pouco de atenção, iremos concluir que a principal impulsionadora do segmento são exatamente as crises. Todas as que o setor passou, “PASSARAM”, foram superados os motivos que as originaram, e esses motivos não mais voltaram, as crises seguintes foram por motivos diferentes, e sempre resultaram em evolução.

Por analogia com um halterofilista, que na medida em que vai adicionando mais peso para levantar, mais forte vai ficando, o mesmo acontece com o setor, cada crise o fortalece mais, é só analisar o que o setor era há 30, 25, 20, 15, 10, 5 anos atrás, até chegar aos dias de hoje. As crises sempre trouxeram a tona os pontos necessários a serem corrigidos e/ou aprimorados em cada estágio da evolução do segmento, o qual sempre soube como os corrigir e com isso foi criando consistência e crescendo, de maneira que hoje se tornou um dos mais fortes setores do país.

Historicamente o setor pode ter tido suas mazelas, mas sempre demonstrou ser formado por pessoas fortes e capazes, que sempre souberam enfrentar as adversidades com perseverança, trabalho e inteligência, e mesmo inconscientemente, aprenderam que Crise tem dois sentidos (segundo a sabedoria Chinesa), dificuldade ou oportunidade, e sabiamente sempre optaram pela segunda opção.

Crise, por mais paradoxal que possa parecer, será sempre bem vinda!!!  

 

 

|
|
|
|
|
Rua Siqueira Campos, 17 - Conj.03 - Galeria Martinelli - Sousas - Campinas - SP
AGRHO - Todos os direitos reservados.
.