Dicas em Conta Gotas - por Renato Fazzolari    

"Dicas em Conta Gotas”, são matérias compactas que periodicamente a AGRHO divulga e que abordam temas variados e relevantes. O Objetivo é despertar e/ou orientar nossos parceiros, sobre as armadilhas organizacionais e comportamentais do dia-a-dia. Para ler mais dicas, clique.

RELACIONAMENTO

Você sabe diferenciar o Relacionamento Organizacional do Pessoal? 

Se formos analisar quais são os relacionamentos existentes nas empresas, poderemos resumir em dois tipos: O Relacionamento Organizacional e o Relacionamento Pessoal. 

O Relacionamento Organizacional é racional e depende das ações administrativas adotadas pelas empresas, já o Relacionamento Pessoal, é emocional e depende dos funcionários.  

No entanto, ambos os tipos de relacionamentos se interdependem, e no geral o relacionamento pessoal é muito mais dependente do organizacional. 

E como isso acontece?  

O Relacionamento Organizacional é fruto de como a empresa está estruturada, e da inter-relação entre os departamentos e setores, bem como, entre fornecedores e clientes internos. E sempre que essas inter-relações não andarem bem, fatalmente afetará o relacionamento pessoal. 

Para melhor compreensão vamos dar um exemplo. 

Digamos que o João, que é funcionário do Almoxarifado, tenha ordem de seus superiores, para manter os estoques baixos, e procurar atender sempre que possível somente parte das solicitações, e ainda mais, em função de fazer “economia”, os produtos que mantém em estoque são sempre de qualidade inferior que custam menos. (Isto é política de seu departamento, que está preocupado somente com o respectivo orçamento, sem levar em consideração a empresa como um todo). 

Agora vejamos o Pedro, que é funcionário da Manutenção, e necessita de uma quantidade (x) de determinado produto, e que tem de ser de boa qualidade. 

Sempre que Pedro vai ao almoxarifado e não consegue o atendimento necessário por parte do João, que respeita ordens, as quais Pedro desconhece (Deficiência de Relacionamento Organizacional). Pedro é mal atendido e como conseqüência, seu trabalho é prejudicado. Com o decorrer do tempo, Pedro que está descontente com o atendimento do Almoxarifado, acabará achando que João é o culpado, e a situação passa para o emocional, cria-se um mal Relacionamento Pessoal, e um péssimo ambiente na empresa. 

Notaram como a coisa funciona?  

Da deficiência organizacional, passa-se também para a pessoal. 

Nas empresas, esse tipo de situação é mais comum do que se possa imaginar. Por isso, se na empresa onde você trabalha, o ambiente não é dos melhores, procure observar como é que funciona o Relacionamento Organizacional, pois quando este ficar saudável, com muita probabilidade o Relacionamento Pessoal também irá melhorar.

|
|
|
|
|
Rua Siqueira Campos, 17 - Conj.03 - Galeria Martinelli - Sousas - Campinas - SP
AGRHO - Todos os direitos reservados.
.